Crônicas do Puntel

Fuvest: Bora pular da caminha porque #Partiu Vestiba!


Hoje você pode, diferentemente do Enem, levar sua caneta azul, azul caneta, que é um hit musical de quem mesmo?

Luiz Puntel | ACidadeON/Ribeirao


VESTIBADELO


Imaginem um candidato ou candidata que acaba de acordar, vai prestar a Fuvest hoje e teve um pesadelo na madruga. Vai confundir vestibular com pesadelo, coitadelo! Não é o caso de vocês, candidatos, que estão com tudo na ponta da língua, quer dizer, na ponta da caneta azul, esperando, ansiosos, o "vai" do fiscal para abrirem a prova e começar a gabaritar. 


Imaginem ela ou ele acordando por um enfático e motivador "Alô, você! Alô, você, que se candidatou ao vestibular da Fuvest, bora pular da caminha porque Partiu Vestiba! E tenho uma boa notícia pra você! É isso mesmo! Hoje você pode, diferentemente do Enem, levar sua caneta azul, azul caneta, que é um hit musical de quem mesmo? De quem mesmo? (a) do Latino, (b) da dupla Chitãozinho e Xororó, (c) do Luan Santana, (d) do Manoel Gomes, (e) do João Gilberto."

 

Ele ou ela nem bem xizaram a alternativa D e já vem outra, perguntando sobre a intertextualidade que ocorre no segundo parágrafo desta crônica, uma paródia do bordão jornalístico do ex-Globo Fernando Vanucci, dos "idos e vividos" tempos da década de 1980 do século passado. "Idos e vividos" eles podem perguntar porque isso é Machado de Assis; aliás, é o final do verso do soneto "A Carolina", que o velho bruxo do Cosme Velho escreveu à sua amada e não foi o Brás Cubas, que nem conheceu e muito menos bailou com a Carol na casa do Lobo Neves. Portanto, cuidado nesta alternativa. Não confunda alhos com bugalhos e nem o emplasto Brás Cubas com Biotônico Fontoura, que nem é do seu tempo, caro candidato, dileta candidata, como diria o Machado. 


Candidatos e treineiros, eia, pois, sus! - continua uma voz a convocar os candidatos a pularem da caminha pro Partiu Vestiba! Isso também pode cair, mas não vão me confundir o "sus" com o SUS, Sistema Único de Saúde, que aí já vira o samba do criolo doido. Sus é uma interjeição, ou seja, uma palavra invariável que exprime ânimo, coragem, não desanime, vá em frente, força! E, só para clarear suas mentes, patrióticos candidatos, vocês já cantaram um "eia, sus, ó sus" em dia de desfile e mão no peito. Portanto, cravem a alternativa B de Brasil sil sil, mas cuidado que o "Brasil sil sil" é outro bordão, quando a Globo transmite gol do Escrete Canarinho. E se tiver a alternativa que contemple a palavra metáfora, pode xizar esta porque você aprendeu as figuras de linguagem nas aulas de língua portuguesa.

 

Agora, falando sério, queridos candidatos, sem pesadelo, certo? Vocês estudaram, vocês se capacitaram, vocês estão prontos para gabaritar a prova. Vamos que vamos!  

 


---------------------------------  


Puntel, com uma dúvida: o nome do romance Quincas Borba é por causa do nome do cão, ou por causa do dono do cachorro, o Joaquim Borba dos Santos, apelidado Quincas Borba?


fonte: ACidadeON 

Faça download da crônica.

 

(16) 3623-6199

Av. Senador César Vergueiro, 590 - Jardim Irajá - Ribeirão Preto/SP